Senado adia discussão sobre cotas em universidades para pessoas de baixa renda

Líder do PSDB apresentou requerimento propondo a realização de audiência pública para debater o tema

Estadão.edu, com informações da Agência Brasil

07 Dezembro 2011 | 14h40

BRASÍLIA - A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado adiou para 2012 a votação do projeto de lei que reserva 20% das vagas em cursos de graduação nas universidades federais e estaduais para estudantes com família que tenha renda per capita de até um salário mínimo e meio.

 

A decisão foi tomada após o líder do PSDB, Álvaro Dias (PR), apresentar um requerimento propondo a realização de audiência pública para debater o tema.

 

A senadora Ana Rita (PT-ES), relatora da matéria, criticou o adiamento da votação argumentando que a proposta já foi amplamente debatida e não haveria mais necessidade de discussão.

 

Ana Rita chegou a pedir que Álvaro Dias revisse seu posicionamento. Como não foi atendida, votou contra o requerimento de audiência pública e foi acompanhada pela maioria dos membros da comissão. Caberá agora ao presidente da CCJ, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), incluir o projeto novamente na pauta.

Mais conteúdo sobre:
CotasCCJSenadoEnsino superior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.