Sem moradia, alunos da Unesp acampam em sala de aula

Um grupo de aproximadamente cem estudantes está acampado desde a noite do último dia 23 em uma sala de aula do campus da Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (Unesp), em Bauru. Eles reivindicam moradia e garantem que de lá não sairão até que sejam atendidos. As dez aulas que são ministradas semanalmente naquela sala foram deslocadas para outros pontos.Os estudantes encaminharam dois documentos à administração do campus explicando as razões do movimento e pedindo que não se adote medidas repressivas, como, por exemplo, o corte de bolsas. A Unesp oferece uma bolsa-aluguel de R$ 175,00 a estudantes carentes mas, no último ano, atendeu apenas 65 dos 250 candidatos inscritos no programa. A mesma documentação deverá ser encaminhada agora à reitoria para sustentar a reivindicação.Ainda não se conhece o rumo que o movimento tomará, mas segundo o presidente do grupo administrativo do campus, José Brás Barreto, é difícil o atendimento porque o Conselho Universitário não incluiu Bauru entre os campus que receberão moradia estudantil e nem o próprio reitor tem condições de mudar essa situação. "Só uma mudança de posição do conselho, composto por 67 integrantes, poderá permitir qualquer providência nesses sentido", informou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.