Seleção para programas de treinee agita universitários e recém-formados em todo o País

Dois dos mais concorridos programas de treinee do País estão com as inscrições abertas, o que significa muita agitação entre jovens universitários e recém-formados. O Programa Trainee da AmBev, uma das maiores empresas de bebidas do mundo, teve no ano passado 16 mil inscritos; o programa da Unilever teve 19,8 mil.Mais que qualquer vestibular, esta competição é um funil extremamente fino. Na AmBev, somente 19 pessoas acabaram admitidas e, na Unilever, 33. "O nível de exigência é grande", o presidente da Unilever, Vinicius Prianti, de 55 anos, que na empresa ingressou como trainee há 33. "As pessoas têm de ser aplicadas, caprichosas, saber trabalhar em equipe, gostar de desafio permanente e ter visão estratégica."American Express, Parmalat e Natura também costumam recrutar trainees no segundo semestre. Na maioria dos programas, pode ser candidato quem cursa o último período da faculdade ou se formou há um ano, no máximo.AmBevA abertura de seleção para trainee, que ocorre neste mês, é tratada com prioridade por milhares de recém-formados. E a competição aumenta a cada ano. Na Unilever, 9.529 se inscreveram em 1999, passando a 11.604 em 2000, 15.557 em 2001 e 19.842 no ano passado.O programa da AmBev tem inscrições até o fim deste mês e podem se candidatar estudantes ou profissionais recém-formados de todos os cursos, mas a prioridade é para aqueles das áreas de Engenharia, Administração e Economia. O salário é de R$ 2.400 e a empresa também vai oferecer uma série de benefícios aos escolhidos, como vale-alimentação e seguro de vida.Não existe número definido de vagas. De acordo com o gerente nacional de treinamento da Ambev, Ricardo Khauaja, serão contratados todos os inscritos que se adequarem ao perfil procurado pela empresa. Isso não significa, porém, que os candidatos possam esperar muito mais do que as 19 contratações do ano passado.Processo longo e rigorosoO processo de seleção é longo e rigoroso. Até por conta da grande competitividade do mercado de trabalho, a empresa procura por jovens que se diferenciam dos demais. Não basta ter inglês fluente e conhecimento de informática (pré-requisitos básicos para a inscrição). É preciso também ter, além de ótima formação acadêmica, uma boa "formação pessoal"."Isso significa ter qualidades como dinamismo e capacidade de comunicação, de liderança e de assumir riscos, por exemplo", detalha Khauaja. Ele lembra que pessoas que têm experiência profissional ou acadêmica no exterior contam com pontos a seu favor.As inscrições para o programa vão até 31 de agosto, mas o processo seletivo dura até dezembro. Quem passar pelas primeiras triagens terá de enfrentar ainda provas de inglês e português, dinâmicas de grupo e entrevistas individuais. Criado em 1990, o Programa Trainee Ambev já formou mais de 500 profissionais. Deste total, 60% são gerentes e 40% ocupam cargos seniores atualmente na empresa. Outros seis profissionais são hoje diretores da companhia.Clique para ler mais em

Agencia Estado,

04 de agosto de 2003 | 07h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.