Seis mil já se cadastraram no Fies

Instituições que aderirem ao Fies devem aceitar o financiamento de alunos em todos os cursos

Carolina Stanisci, Especial para o Estadão.edu

03 de maio de 2010 | 19h31

Seis mil pessoas já se cadastraram para obter financiamento por meio do programa federal, o Fies. O site abriu hoje para inscrições de universitários que precisem do benefício para pagar seu curso na faculdade. É possível se cadastrar, a qualquer momento, e durante o ano todo.

 

A possibilidade de se cadastrar a qualquer momento, e não apenas no início do ano, e outras mudanças no Fies foram anunciadas hoje pelo ministro da Educação, Fernando Haddad.

 

O prazo para quitar o empréstimo foi alongado. O aluno pode pagar o beneficio de volta ao governo em período igual a três vezes ao do curso que fez e em parcelas com prestações fixas. No novo modelo, dois tipos de fiadores são aceitos. Além do fiador tradicional, é possível a existência da fiança solidária, com três a cinco alunos assumindo a fiança do grupo.

 

Outra regra mudada no sistema é que agora as instituições de ensino superior privadas que aderirem ao Fies devem aceitar o financiamento de alunos em todos os cursos. Antes, as universidades é que escolhiam as áreas a serem beneficiadas.

 

 

Além de vincular a obrigatoriedade do Enem para o cadastro no Fies, o ministro afirmou que pretende estender o financiamento a alunos de cursos técnicos. A medida passaria a valer apenas no ano que vem.

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.