Segundo Haddad, nova prova deverá ser aplicada em um só dia

Ministro disse em entrevista coletiva que problema do ano passado foi maior

Ângela Lacerda , O Estado de S. Paulo

12 Novembro 2010 | 12h16

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, após a Justiça acolher o recurso derrubando pedido de suspensão do Enem, o ministro da Educação, Fernando Haddad, informou que ainda não há data definida para a nova prova ser aplicada para aqueles que tiveram problemas com o caderno amarelo.

 

Segundo Haddad, a nova prova será aplicada, provavelmente, em um só dia, em substituição à prova de sábado.

 

Para o ministro, o problema do ano passado – quando a prova vazou e foi necessário remarcar o exame – foi muito menor e, ainda assim, de acordo com Haddad, os estudantes não teriam sido prejudicados pela remarcação do exame.

 

O ministro mostrou-se cauteloso ao falar da prova, dizendo que não se pode afirmar que foi um sucesso total – e que sempre há o que melhorar.

Mais conteúdo sobre:
Enem Haddad coletiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.