Segunda fase da Fuvest começa neste domingo

A Fuvest inicia neste domingo a etapa do vestibular que selecionará os novos alunos da Universidade de São Paulo (USP), Faculdade Santa Casa e Academia de Política Militar do Barro Branco. As provas vão até quinta-feira. Amanhã é o único dia com participação dos 31.104 convocados, já que serão feitos os exames de português e redação. A partir de segunda-feira, os candidatos farão as provas conforme a carreira que escolheram. Quem concorre a um curso da área de humanas, por exemplo, faz questões de português, história e geografia.Segunda serão os exames de história e química. Na terça-feira, geografia e biologia; na quarta-feira, física; e na quinta-feira, matemática. A lista dos 10.247 aprovados na Fuvest sai no dia 8 de fevereiro.As provas da segunda fase serão realizadas em locais diferentes dos da primeira. O vestibulando precisa checar novamente o endereço no site www.fuvest.br. Os exames começam às 13 horas, mas os portões serão abertos às 12h30 e os candidatos precisam chegar uma hora antes ao local.Serão dez questões dissertativas de cada disciplina. Amanhã a duração do exame é de quatro horas, por causa da redação. Nos outros dias, são três horas. É preciso levar documento de identidade oficial, cartão de convocação, lápis, caneta, água e alimentos. Nas provas de matemática e física, serão necessários esquadro, régua graduada, transferidor e compasso. Os estudantes não podem entrar nas salas com celulares, bips, calculadoras e computadores.DescatracalizaçãoO tema da redação da Fuvest no ano passado foi a "descatracalização da vida". A palavra, que não existe no dicionário, simbolizava uma metáfora dos controles e restrições da sociedade. O aluno então precisava dissertar sobre as catracas que o homem costuma superar."Nem sempre o tema é tão original", diz o diretor da Fuvest, Roberto Costa. Segundo ele, o vestibulando pode esperar amanhã uma redação sobre um assunto comum a qualquer candidato. "Nunca daríamos um tema que fosse mais interessante para homens do que para mulheres, por exemplo", completa. Mesmo dificultando muito suas chances de aprovação, o candidato pode faltar a qualquer prova da segunda fase.Entre os convocados deste ano diminuiu o número de estudantes carentes. Os candidatos pretos e pardos na primeira fase representavam 23,1% e na segunda são 12,9%. Joyce Faustino da Silva, de 22 anos, é parda e faz parte desse índice. Ele fez 71 pontos na primeira fase; o curso que está prestando, de Marketing na USP Leste, teve nota de corte de 50 pontos.A vestibulanda estudou em escola pública e fez quatro anos de cursinho para conseguir esse desempenho. "Não aprendi nada na escola", diz. Entre os aprovados para a segunda fase que vieram do ensino médio público, há cerca de 6 mil. Entre os inscritos, eram 71 mil.Joyce também faz parte de outra minoria na segunda fase: a de mulheres. Enquanto na primeira etapa, 55,1% dos candidatos eram do sexo feminino, entre os aprovados para a segunda fase, o índice é de 43,7%.Novas vagas - Com o aumento no número de vagas na USP, neste ano serão 9.952 aprovados para a instituição. Entre as novidades, estão os cursos de Design, Ciências Físicas e Moleculares e Atuária. Na Santa Casa, há 100 vagas e na Academia do Barro Branco, 195.Como será o exameDomingo: Provas de português e redação; todos os candidatos fazem.Segunda-feira: Provas de história e química.Terça-feira: Provas de geografia e biologia.Quarta-feira: Provas de física.Quinta-feira: Provas de matemática.Horário: Todos os dias o vestibular começa às 13 horas, mas é preciso chegar uma hora antes.O que levar: Identidade, cartão de convocação, lápis, caneta, esquadro, régua graduada, transferidor e compasso para matemática e física.Resultados: A lista dos 10.247 aprovados na Fuvest sai no dia 8 de fevereiro.

Agencia Estado,

07 de janeiro de 2006 | 14h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.