Reprodução
Reprodução

Segunda aula de matemática trata de princípios de contagem

Conteúdo online foi produzido pela FGV; dicas serão dadas diariamente

Estadão.edu,

03 Outubro 2012 | 20h07

A Fundação Getulio Vargas (FGV) lançou em setembro um ambicioso portal gratuito com foco no ensino médio, o Ensino Médio Digital. Desde a última semana, o Estadão.edu dá, diariamente, dicas de aulas online montadas pela FGV para ajudar na preparação para o Enem. Além das cerca de 90 aulas que podem ser usadas por candidatos na preparação para o exame, a instituição liberou o acesso a um banco com 4,6 mil questões que seguem o modelo do exame.

As indicações, que devem ocorrer até o início de novembro, serão organizadas de forma a atender aos principais conteúdos cobrados pelo Enem.

A segunda aula de matemática, sobre "Princípios de contagem" foi indicada pelo professor Eduardo Wagner*. Abaixo, um comentário sobre o conteúdo abordado.

"A aula 6 trata de ensinar a responder perguntas do tipo: “de quantas maneiras uma coisa pode ocorrer”. Por exemplo, podemos perguntar quantas são as senhas de banco que possuem quatro dígitos diferentes, ou também perguntar de quantas maneiras podemos escolher duas pessoas em um grupo de 10 pessoas.

Essas situações estão presentes também nos esportes, como por exemplo, descobrir quantos jogos são realizados no campeonato brasileiro se cada time joga com cada um dos outros uma única vez.

A importância dos princípios de contagem está não somente na possibilidade de responder questões concretas da vida cotidiana como é o ingrediente fundamental para o cálculo de probabilidades, que será abordado na aula 4 do terceiro curso. A importância do assunto é reconhecida pelo Enem que o explora em várias questões."

* EDUARDO WAGNER É AUTOR DE DIVERSOS LIVROS DIDÁTICOS DE MATEMÁTICA E PROFESSOR DA FGV-RJ, DO COLÉGIO SANTO INÁCIO E DO MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA NO INSTITUTO NACIONAL DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA

Mais conteúdo sobre:
aula matemática fgv

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.