SchMOOze e sua aplicação no ensino de inglês como língua estrangeira

Vera Cristina Queiroz * O número cada vez maior de estudos sobre ambientes virtuais para fins educacionais tem apontado para a necessidade de o professor se familiarizar cada vez mais com esses ambientes e, a partir de uma reflexão crítica feita a respeito dos mesmos, poder utilizá-los de forma produtiva e eficaz com seus alunos.A literatura sobre MOOs (multi-user object oriented) educacionais é bastante vasta. Entretanto, poucos são os professores de língua estrangeira que estão familiarizados com esse ambiente virtual e sua aplicação no ensino.SchMOOze é um exemplo de MOO educacional, criado em 1994 por Julia Falsetti e acessado através do endereço http://schmooze.hunter.cuny.edu/ . É um programa de interface textual que permite a multi-usuários, conectados à internet, terem acesso a um espaço virtual onde podem ?estudar inglês? através da interação e compartilhamento de idéias e experiências com outros usuários do MOO e/ou com outros aprendizes dessa língua estrangeira.Uma característica peculiar do MOO e que o diferencia de outros programas de bate papo (chat) está no fato de os usuários não só poderem se comunicar entre si, em tempo real, o que é o caso do chat, mas também manipular e interagir com os objetos nele contidos.Todo MOO é temático e o SchMOOze tem como tema um campus virtual e tudo o que há nele: salas de aula e de conferência, dormitórios, biblioteca, diretório acadêmico (com salão de jogos didáticos, bar) etc. Com isso, o estudo da língua estrangeira também pode ser feito individualmente, por exemplo, visitando os vários ambientes do SchMOOze e lendo as descrições dos mesmos. Desenvolve-se, assim, a habilidade de leitura na língua estrangeira.A linguagem usada nas descrições dos ambientes e objetos no SchMOOze é rica, porém, simples e de fácil compreensão para o aluno de inglês (não principiante). Embora a palavra seja o instrumento primordial no MOO, os desenhos gráficos acrescentam realismo a esse ambiente virtual.O programa incorpora, em sua arquitetura, ferramentas síncronas e assíncronas, o que facilita a comunicação, participação interativa, cooperação e colaboração entre os usuários. A comunicação em tempo real (síncrona) é a mais utilizada no MOO.Dentre as ferramentas assíncronas, tem-se o sistema de MOOmail. Esse sistema é semelhante ao do correio eletrônico e possibilita enviar, responder e mandar adiante (forward) mensagens dentro do MOO para um ou vários destinatários. O sistema permite também o envio automático de mensagens para o endereço eletrônico do remetente na internet.A lista de discussão é outra ferramenta assíncrona encontrada nesse ambiente. Após inscrever-se em uma ou mais listas, passa-se a ter o direito de ler e enviar mensagens. O sistema notifica a existência de novas mensagens na lista, quando o usuário se conecta ao MOO.No MOO encontram-se também outros recursos, que embora possam ser utilizados por um único usuário, são apropriados para apresentações, conferências e aprendizagem colaborativa. Dentre elas, temos: a lousa (blackboard) e o projetor.Na lousa pode-se escrever e editar mensagens, perguntas, notas curtas etc. O projetor é utilizado na apresentação de material previamente preparado, com uma ou mais linhas de texto, em forma de slides.Outro aspecto interessante, em termos educacionais, é o de possibilitar ao usuário criar sua própria identidade, ambiente e objetos virtuais dentro do MOO. Incentiva-se, desta forma, principalmente, o desenvolvimento de habilidades e competências lingüísticas e de criatividade.A familiarização do professor com o SchMOOze lhe propicia elaborar uma vasta gama de atividades didáticas. Exemplos de atividades podem ser encontrados acessando o endereço http://schmooze.hunter.cuny.edu/venny.htm .Com relação aos alunos, o programa auxilia no desenvolvimento de habilidades de leitura e escrita, através da participação/utilização de jogos didáticos e da leitura de mapas de direção (deslocamento dentro do MOO), entre outras atividades que podem ser encontradas navegando-se pelo sistema.Por apresentar um amplo leque de possibilidades educacionais, o MOO é mais um recurso a ser explorado e utilizado por professores de língua estrangeira que buscam inovação em suas formas de ensinar.* Doutoranda em Educação pela Faculdade de Educação da USP e Mestre em Lingüística Aplicada ao Ensino de Língua

Agencia Estado,

20 de abril de 2004 | 18h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.