Stthomas.edu
Stthomas.edu

Sandel, astro de Harvard, vem aí

Consultoria faz a coisa certa e traz criador de Justice para giro brasileiro

Estadão.edu,

29 Maio 2012 | 01h31

Fenômeno de popularidade com Justice, série de 12 palestras que parte de dilemas morais para discutir filosofia política e teve mais de 7 milhões de acessos pela internet em todo o mundo, o professor da Universidade Harvard Michael Sandel vem ao Brasil no começo de agosto. Sandel (pronuncia-se Sandél) fará palestras abertas e seminários fechados em Fortaleza, São Paulo e Brasília entre os dias 4 e 8.

 

A iniciativa de trazer o filósofo político ao País coube a Oscar Motomura, fundador do Grupo Amana Key, empresa de consultoria e educação executiva. “No ano passado, comecei a receber inputs de pessoas falando do Sandel e vi uma reportagem no próprio Estado, de página inteira”, diz Motomura. “O fascinante do trabalho dele é que Sandel fala de Justiça no sentido mais amplo, em ética no seu sentido mais sutil e ligado à prática cotidiana. Minha leitura foi de que isso tem uma abrangência enorme, até porque trabalhamos muito com executivos essa ideia de desenvolver o senso de julgamento, a capacidade de tomar decisões com equilíbrio.”

 

Motomura agiu rápido. Conseguiu marcar uma reunião com o professor em Boston e fez um vídeo para usar nos programas da Amana Key. “Na volta, me deu o estalo: ‘Puxa, por que eu não trago o Sandel para o Brasil?’ Nossa conversa em Boston foi decisiva para que ele aceitasse a proposta.”

 

A série disponível online, gravada em um teatro lotado com alunos em Harvard, e best sellers como Justiça: O que é Fazer a Coisa Certa (editora Civilização Brasileira) dão uma boa amostra do estilo de Sandel. Ele parte de questionamentos sobre temas como assassinato, canibalismo e alistamento militar para fazer reflexões profundas sobre Justiça e ética e o valor real das coisas – aquelas que o dinheiro, em tese, não deveria comprar. Nessa jornada, introduz o público ao trabalho de pensadores como Kant. Sem jamais posar de erudito.

 

Como Sandel mesmo adverte na série online, o valor desses questionamentos é proporcional à sua capacidade de mudar a forma como agimos, nosso conceito do que é ser cidadão. Para isso, ele não hesita em atacar temas espinhosos, particularmente nos Estados Unidos, como a cobrança de impostos mais altos dos ricos.

 

A programação (veja detalhes no hotsite www.amana-key.com.br/sandel/index.html) vai atender a um pedido de Sandel: alcançar um público amplo. Nas três cidades, haverá dois tipos de evento: palestras abertas a qualquer interessado, que vão durar uma manhã, e programas de dois dias, com audiências mais restritas. “Ele tem uma pauta interessante para a educação, acredita em aulas globais, capazes de dar acesso massivo a reflexões importantes”, diz Motomura.

 

As palestras de Michael Sandel podem ser assistidas pelo Veduca (http://www.veduca.com.br/), portal que disponibiliza aulas de cursos universitários de todo o mundo.

 

Mais conteúdo sobre:
Harvard Michael Sandel Justice Palestra

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.