Sai o gabarito do concurso para professores em SP

A Prefeitura de São Paulo divulgou o gabarito da prova do concurso, realizado no último domingo, que tem por objetivo contratar professores adjuntos de educação infantil e de ensino fundamental II. Mais de 60 mil pessoas se inscreveram para o processo seletivo.Do total de inscritos, 30.370 pretendem trabalhar com educação infantil e 30.119, com a fundamental - sendo 8.853 em Língua Portuguesa, 6.398 em Matemática, 4.116 em Ciências, 3.071 em História, 2.551 em Geografia, 3.103 em Inglês e 2.027 em Artes.SaláriosNo total, a Prefeitura vai contratar 465 professores de educação infantil, com salário inicial de R$ 493,36. O salário oferecido para os professores de ensino fundamental será um pouco maior: R$ 596.Serão contratados 929 profissionais para essa função. O número de vagas, nesse caso, será dividido de acordo com cada disciplina: Língua Portuguesa (200), Matemática (125), Ciências (180), História (44), Geografia (217), Inglês (58) e Arte (105). Quem for aprovado no concurso da Prefeitura terá de cumprir uma carga horária mensal de 120 horas-aula.ProvaA prova aplicada no domingo continha dois testes objetivos, de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos. A prova de conhecimentos gerais tinha 30 questões e foi aplicada para todos os candidatos.A prova de conhecimentos específicos, composta de 40 questões, foi distinta para os diferentes cargos. Para cada um dos testes havia, ainda, cinco tipos diferentes de provas.Os candidatos selecionados nessa primeira fase do concurso precisará também passar por uma prova de títulos.RecursosQuem discordar do gabarito oficial e precisar apresentar seu recurso à Secretaria de Gestão Pública deverá fazê-lo até esta quinta-feira.Os recursos deverão ser enviados por Sedex ou com Aviso de Recebimento AR para a Fundação Carlos Chagas, organizadora da prova, no seguinte endereço: Avenida Francisco Morato 1.565, CEP 05513-900, São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.