Valeria Gonçalves/ Estadão
Valeria Gonçalves/ Estadão

Rosely Sayão discute papel das famílias na segurança sanitária das escolas

Comportamentos de pais e crianças fora do colégio têm impacto na transmissão do vírus em sala de aula; live será hoje às 16 horas

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2021 | 10h41

As escolas reabriram em boa parte do País no segundo semestre letivo. Na capital paulista, podem receber a totalidade dos estudantes, desde que o distanciamento mínimo de um metro seja respeitado. Para evitar transmissão do coronavírus, os colégios adotam protocolos sanitários, como uso de máscaras e ventilação dos ambientes, mas encontram entraves no comportamento das famílias fora do ambiente escolar.

Neste mês, dois colégios privados em São Paulo se manifestaram contra festas de alunos fora das instituições. Os comunicados pediam reflexão de pais e adolescentes sobre comportamentos adequados para este momento da pandemia. Afinal, qual o papel das famílias para garantir a segurança sanitária nas escolas? Como pais, crianças e jovens devem se comportar em prol de toda a comunidade escolar?

Para discutir esse tema, o Estadão realiza nesta terça-feira, 17, uma live com a psicóloga Rosely Sayão. Vamos conversar sobre etiqueta sanitária e como conduzir o diálogo com crianças e adolescentes sobre cuidados necessários fora da escola. A transmissão será realizada a partir das 16 horas no Facebook do Estadão. Para participar, envie suas perguntas e comentários pelas redes sociais. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.