Taba Benedicto/Estadão
Taba Benedicto/Estadão

Resultado do Enem 2020: Inep divulga gabarito oficial da prova

Duas questões do exame foram anuladas; nota final do candidato não corresponde ao número de acertos, pois exame segue o modelo da Teoria de Resposta ao Item

Ilana Cardial, especial para o Estadão

27 de janeiro de 2021 | 17h40

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) divulgou nesta quarta-feira, 27, o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. As respostas estão disponíveis no portal do Inep. A versão impressa do exame foi aplicada nos últimos dois domingos, 17 e 24 de janeiro. As notas finais de todos os candidatos do Enem 2020, seguindo a Teoria de Resposta ao Item (TRI), serão disponibilizadas em 29 de março. 

Para os participantes que fizeram as videoprovas em Libras, as questões estão disponíveis no canal do Inep no YouTube. Os gabaritos das videoprovas também podem ser acessados em arquivo PDF, pelo portal do Inep ou aplicativo do Enem. 

Ao conferir as respostas, é importante que o candidato atente-se ao gabarito que corresponde à cor de sua prova. Na correção oficial, feita pelo Inep, o estudante que preencheu incorretamente a cor do caderno de questões não será prejudicado, de acordo com o instituto.

O Enem conta com 180 questões de múltipla escolha nas áreas de Ciências Humanas, Linguagens, Ciências da Natureza e Matemática, e uma redação dissertativa. Nesta edição, a Redação teve como tema "O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira".

Questões anuladas

Duas questões do segundo dia de provas foram anuladas: uma na prova de Ciências da Natureza e outra na de Matemática. A anulação das questões não interfere na nota do estudante, uma vez que o cálculo segue o modelo TRI.

As questões anuladas, de acordo com a cor do caderno de questões, ficam assim:

Ciências da Natureza e suas Tecnologias: 

  • Caderno 5 - Amarelo - Questão 114

  • Caderno 6 - Cinza - Questão 129

  • Caderno 7 - Azul - Questão 135

  • Caderno 8 - Rosa - Questão 94

  • Caderno 11 - Laranja - Questão 94

  • Caderno 12 - Verde - Questão 94 

 

Matemática e suas Tecnologias: 

  • Caderno 5 - Amarelo - Questão 141

  • Caderno 6 - Cinza - Questão 156

  • Caderno 7 - Azul - Questão 157

  • Caderno 8 - Azul - Questão 143

  • Caderno 11 - Laranja - Questão 143

  • Caderno 12 - Verde - Questão 94 

 

Teoria de Resposta ao Item (TRI)

O número de acertos feito pelo candidato não equivale à sua nota final. Na correção do Enem, o Inep utiliza uma modelagem estatística que busca evitar ‘chutes’ nas respostas. A Teoria de Resposta ao Item (TRI), usada na correção, leva em conta a coerência nas respostas do aplicante. 

Uma prova é considerada mais coerente quando o candidato acerta questões fáceis e erra difíceis do que o oposto – quando erra questões fáceis, mas acerta as difíceis. Desse modo, dois estudantes que acertam o mesmo número de questões podem ter notas distintas.

O Estadão listou ferramentas que permitem uma simulação extraoficial das notas do Enem. Confira aqui.

Enem 2020

No próximo domingo, 31, quase 100 mil candidatos farão a primeira edição do Enem Digital. A aplicação do exame ocorre em locais de prova determinados pelo Inep.

A edição impressa do Enem contou com uma abstenção recorde de 55,3% – mais de 3 milhões de inscritos não compareceram. Candidatos que se sentiram prejudicados por problemas logísticos, como os que foram impedidos de realizar o exame por superlotação das salas, ou que tiveram doenças infectocontagiosas, como a covid-19, podem solicitar reaplicação do exame até esta sexta-feira, 29.

A reaplicação do Enem 2020 está prevista para ocorrer nos dias 23 e 24 de fevereiro. Na mesma data, o exame será aplicado para candidatos do Amazonas e de dois municípios de Rondônia, Espigão d’Oeste e Rolim de Moura, onde o Enem foi adiado por causa da crise sanitária. O Enem PPL, para Pessoas Privadas de Liberdade, também será nesses dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.