Relaxe e coma bem, é dia de prova

Nada de revisar a matéria no dia anterior ao exame ou ficar bitolado nos livros e apostiladas, esquecer dos amigos e do lazer. Mais do que estar afiado com o conteúdo do vestibular, para um bom desempenho na hora da prova é preciso estar relaxado. O hebiatra (médico especializado em adolescentes) Mauro Fisberg, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e da Universidade São Marcos, dá dicas para tentar controlar o inevitável stress desse período. ?São coisas muito simples?, diz ele.A primeira sugestão é a de não se isolar num mundo de fórmulas logarítmicas, datas históricas e componentes do sistema digestivo. ?Não se esqueça de fazer algumas atividades sociais e físicas?, adverte Fisberg. Portanto, é permitido sair para se divertir. Claro que com moderação, evitando baladas longas, raves e o consumo em grande quantidade de bebidas alcoólicas. ?Mas que ele deve sair, deve?, deixa claro o médico. Pelo menos uma vez por semana deve ser destinada a encontrar amigos e namorado (a).O especialista também recomenda que se mantenham dois períodos semanais para realizar atividades físicas. ?Procure arrumar um horário para o esporte.? Não é preciso largar a academia ou abandonar as aulas de natação ou o time de futebol nessa fase, apenas conciliar a atividade com a rotina de estudos. Além disso, o médico também aconselha que o vestibulando não deixe de lado atividades sociais de que ele gosta, como, por exemplo, tocar um instrumento musical.AlimentaçãoDurante o período de preparação para o vestibular também não se deve descuidar da alimentação. Além de equilibradas, o médico afirma que as refeições devem ser fracionadas, ou seja, feitas em número maior de vezes e em menor quantidade.No dia da prova, então, é importante tomar um café da manhã reforçado e fazer um almoço leve. ?Pelo nervosismo, eles não comem nada e depois isso acaba levando a uma menor acuidade por causa da hipoglicemia?, explica. Por isso, o médico recomenda uma massa de molho leve, de preferência ao sugo, acompanhado de carne de frango ou filé, ou então um lanche rápido.Mas também não é preciso dispensar o arroz com feijão, apenas comer em menor quantidade. O importante é evitar molhos pesados ou diferentes, cremes e maioneses para não correr o risco de ter problemas gastrointestinais durante o exame. Na hora da prova, o vestibulando deve beber bastante líquido, além de levar algo para comer, como biscoito, barra de cereal, chocolate, fruta ou até mesmo um minissanduíche.E depois de tanto estudo, nada mais justo que se cumpra a última dica do especialista: tire o dia anterior à prova para relaxar. ?Faça uma atividade não relacionada ao estudo?, aconselha Fisberg. Portanto, pode deixar a apostila guardada e vá ao cinema, andar no parque ou ouvir música. ?Esse período não é uma mudança radical de vida?, garante o médico.VÉSPERA DE EXAMEFoco no que já sabe: Professores aconselham apenas consolidar os conteúdos já compreendidos Não começar do zero: Não adianta tentar cobrir lacunas que não foram preenchidas porque isso só o deixará mais nervoso Repetição:Reorganize suas anotações e resumos e reveja provas e simulados. Sempre há repetição de assuntos pedidos em provas de anos anteriores Áreas alternadas: Divida o tempo de estudo entre exatas, humanas e biológicas. É cansativo estudar matemática e depois, física Organização: Não se esqueça de organizar os documentos que serão necessários na hora da prova Comece pelo que sabe: Inicie a prova pelas matérias que você domina Não empaque: Se não souber uma questão, não pare muito tempo nela, deixe para revê-la depois

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.