Rede pública de SP terá quase 10 mil novos docentes

Governador Geraldo Alckmin nomeou 9.304 professores para o ensino fundamental, médio e educação especial

Estadão.edu

10 de janeiro de 2011 | 14h52

Ao todo, 9.304 novos professores efetivos vão começar a dar aulas na rede pública. Eles começam a dar aula em fevereiro no ensino fundamental, médio e educação especial da rede de escolas estaduais.

 

A nomeação saiu no Diário Oficial do Estado de São Paulo. Os nomeados fazem parte da primeira turma que concluiu o Curso de Formação Específica da São Paulo Escola de Formação de Professores.

 

No curso, os docentes conheceram o currículo adotado pelo Estado, metodologias de trabalho e aspectos da realidade das escolas estaduais.

 

Foram aprovados apenas os candidatos que obtiveram nota igual ou superior a cinco de um total de 10 pontos no exame, que tenham cumprido um mínimo de 75% do total das atividades propostas no curso e participado integralmente de pelo menos dois encontros presenciais.

 

Dos 218.537 professores da rede no ano passado, 116 mil eram efetivos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.