Rede pública atrasa entrega de kit escolar a quase 400 mil alunos

Na rede estadual, 8,5% dos estudantes ainda estão sem material, segundo dados que constam no site da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE)

O Estado de S. Paulo

11 Março 2015 | 15h22

Mesmo depois de um mês do início das aulas na rede pública no Estado de São Paulo, cerca de 390 mil estudantes  ainda não receberam os kits de material escolar. A maior parte é da rede estadual, mas também há escolas municipais. O número representa 7,8% do total de matrículas das redes. 

Na rede estadual, 8,5% dos estudantes ainda estão sem material, segundo dados que constam no site da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), conforme revelou o jornal Folha de São Paulo. Já nas escolas municipais, 3,6% dos estudantes ainda não receberam o material escolar, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação. 

A maior parte dos estudantes está no ciclo fundamental II, do 6º ao 9º ano, onde mais de 230 mil kits não foram entregues. Nesta fase escolar, o kit é composto de cadernos universitários, caderno de desenho, kit de geometria, lápis de cor, lápis grafite, canetas esferográficas azul e vermelha, apontador, borracha, tubo de cola e tesoura sem ponta. 

Para a presidente do Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp), Maria Izabel Noronha, o atraso tem relação com cortes de verba às escolas. 
"Houve retirada de verbas das escolas no ano passado, chamamos atenção para isto. Apontávamos que teria impacto tanto nos recursos humanos quanto nos didático-pedagógicos, como no caso do kit", afirmou. 

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação afirmou que montou força tarefa para distribuição do material após decisão judicial que impugnou a licitação dos kits por 100 dias. A pasta também afirma que os dados do site do FDE podem não estar atualizados, já que a confirmação de recebimento do material deve ser feita pela própria escola manualmente. "Até o final de março, todas as escolas devem finalizar o preenchimento do cadastro".

A rede municipal afirmou, em nota, que não houve atraso na entrega do material, mas que é preciso ter um prazo "operacional" para a distribuição, pois o material é enviado às escolas pelas empresas vencedoras dos lotes nas licitações. Segundo a pasta, 96,84% dos kits já foram entregues, ante 62% em março do ano passado. 

Mais conteúdo sobre:
kit escolar rede pública

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.