Reprodução
Reprodução

Questão de História do Enem gera divergência sobre alternativa correta

Professores ouvidos pelo 'Estado' apontam diferentes possibilidades para a resolução da questão 26 do caderno amarelo

Willy Delvalle, Especial para o Estado

05 Novembro 2016 | 22h49

SÃO PAULO - A questão 26 do caderno amarelo da prova de História do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizada neste sábado, 5, gerou divergência sobre a alternativa que os candidatos deveriam assinalar como correta. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ainda não divulgou o gabarito oficial.

Para Gianpaolo Dorigo, professor de História do cursinho Anglo, o enunciado não deixa claro se a resposta deve se referir a "um importante elemento da cultura francesa" ou "papel do Brasil na economia mundial", sendo, portanto, as duas alternativas possíveis.

Já para o professor Vinícius Albuquerque, do Objetivo, não há margem para dúvidas de que o enunciado se refere ao papel francês na formação de padrões de consumo, tendo em vista que o texto utilizado pela questão é de um periódico francês. A resposta correta seria, então, a "e".

Na avaliação do coordenador de História do Etapa, Thomas Wisiak, está claro que a questão quer saber o papel do Brasil como fornecedor de produtos agrícolas, já que o ponto central dela é o café, um produto brasileiro. Portanto, a alternativa a ser assinalada seria a "d".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.