Queda de energia atrasa prova da 1ª fase da Fuvest na capital

Locais de prova na Vila Carrão e em Higienópolis ficaram sem luz; estudantes classificam exame como 'fácil'

Da Redação, com Aline Nunes, do Jornal da Tarde,

23 de novembro de 2008 | 17h40

Alguns estudantes que prestaram a primeira fase do vestibular da Fuvest 2009 foram prejudicados por conta de queda de energia. Os locais de prova na UNICID (Universidade Cidade de São Paulo), na Vila Carrão, e Faculdades Integradas Rio Branco, na Lapa, ficaram sem luz durante um tempo por conta da forte chuva que atingiu a capital paulista pela tarde. A Fuvest declarou que o horário de exame nesses endereços foi ampliado, para compensar o tempo em que os candidatos foram prejudicados. A organização divulgou também o número de abstenções na prova: 5,32%, o que corresponde à média dos últimos anos do exame.   Veja também: Candidatos classificam prova da 1ª fase da Fuvest como 'fácil' TV Estadão corrige a prova da Fuvest ao vivo no domingo Fuvest encolhe e tem menor número de candidatos em 10 anos  Lista de relação candidatos-vaga da Fuvest  Agenda dos vestibulares   Unicamp divulga locais de prova do vestibular 2009   Na região metropolitana de São Paulo, 4.975 vestibulandos (6,20%) estiveram ausentes e no interior faltaram 2.374 inscritos (4,09%). Segundo a Fuvest, os números são superiores aos de 2007, quando o índice geral de abstenção alcançou 4,96%.   Segunda Fase   A lista com os candidatos aprovados para a segunda fase será divulgada no dia 15 de dezembro. Serão convocados três por vaga nessa etapa, incluindo o acréscimo de notas do Enem. A segunda fase será aplicada entre 6 e 10 de janeiro, em locais de prova a serem divulgados. Os exames começarão, novamente, às 13 horas.   Apesar de o exame deste ano registrar o menor número de candidatos da última década, a procura pelos cursos de Engenharia aumentou: o volume de inscrições cresceu em 9 das 12 carreiras para engenheiros. Segundo especialistas, a demanda por profissionais da área, impulsionada pelo crescimento econômico dos últimos anos, explica o interesse dos jovens Fuvest. No curso de Engenharia Civil da USP de São Carlos, por exemplo, o número de inscrições aumentou 84,32%. No ano passado, a concorrência era de 11 candidatos para cada vaga. Hoje, já são 20.   Na segunda fase serão quatro horas de duração máxima para a prova de português, e três para as demais. A prova de português será no dia 4 de janeiro, a de história ou química no dia 5, a de geografia ou biologia no dia 6, a de física no dia 7 e a de matemárica no dia 8. A lista de aprovados sai em 4 de fevereiro.

Tudo o que sabemos sobre:
vestibularFuvestSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.