Quase 15 mil alunos são eliminados no segundo dia do Enem

Alunos teriam preenchido errado cartão-resposta; no ano passado o Inep perdeu apenas duas ações

Estadão.edu

20 Janeiro 2011 | 15h03

O Ministério da Educação (MEC) informou que foram eliminados 14.848 alunos do Enem no domingo, dia 7 de novembro, por terem marcado a cor errada no cartão-resposta, ou deixado de marcar a cor.

 

Entre os que fizeram a prova no sábado, dia 6 de novembro, 6.006 foram descartados - pelos mesmos motivos. Segundo a assessoria da pasta, é comum que os estudantes fiquem mais "nervosos" no segundo dia e deixem de preencher o cartão-resposta corretamente.

 

O MEC agora está divulgando, no boletim dos alunos onde consta a nota do exame, o motivo pelo qual o estudante teve a nota da redação anulada. É citado o item do edital que justifica a causa de o candidato também ter ficado sem nota nas provas de linguagens e códigos e de matemática.

Leia mais:

 

- Justiça Federal em SP acata pedido de liminar de candidato do Enem

 

-Estudante sem nota do Enem consegue na Justiça direito de fazer 2ª fase da UFMG

 

No ano passado, o Inep foi acionado na Justiça por 35 alunos que ficaram sem nota no exame - apenas dois ganharam ação, pois haviam preenchido o cartão-resposta a lápis. Este ano, diversos alunos pelo País estão movendo ações contra o Inep, pelos mesmos motivos.

 

Este ano, segundo a assessoria da pasta, os alunos que preencheram a lápis o espaço para marcar a cor do caderno no cartão-resposta serão considerados eliminados, uma vez que o ministério fez ampla campanha sobre o uso de caneta na prova.

 

Segundo o MEC, a taxa de candidatos eliminados está dentro das estatísticas da média histórica da prova.

 

Isabelle Gomes, de 17 anos, estudante de Fortaleza, está revoltada com o fato de o MEC só ter divulgado o boletim com a justificativa após tantas reclamações. "Esse Enem é uma desorganização total. Tenho certeza que marquei tudo certo e eles dizem o contrário, então não tem como ter certeza", disse a vestibulanda, que está sem nota e, por isso, não pode se candidatar a uma vaga no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) - ela queria passar em Administração ou Engenharia Civil na Universidade Federal do Ceará (UFC), que só usa o Sisu.

 

As inscrições no sistema acabam nesta quinta-feira, às 23h59. Alguns estudantes ainda relatam lentidão no site. Segundo o MEC, o sistema já recebeu 1,7 milhão de matrículas.

Mais conteúdo sobre:
enem eliminados redação linguagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.