Quase 1 milhão de crianças estão fora da escola, revela censo

Levantamento feito em 2010 pelo IBGE diz que 966 mil brasileiros de 6 a 14 anos não iam ao colégio

Luciana Nunes Leal e Wilson Tosta, da Agência Estado,

27 Abril 2012 | 16h03

Dados do Censo Demográfico de 2010 divulgados nesta sexta-feira, 27, revelam que 966 mil crianças e adolescentes de 6 a 14 anos não frequentavam a escola no ano do levantamento. É o equivalente a 3,3% do total da população nessa faixa etária.

 

A comparação com 2000, porém, só é possível para a faixa 7 a 14 anos, porque a lei que fixou os 6 anos como idade para ingresso no ensino fundamental é de 2006. Na faixa 7 a 14, o índice de crianças fora da escola era de 3,1% em 2010 e representa um avanço em comparação com 2000, quando a proporção era de 5,5%.

 

"Seguindo o curso normal da educação, as crianças deveriam ingressar no ensino fundamental aos 6 anos de idade e estar cursando a última série aos 14 anos", lembram os técnicos do IBGE.

 

Outros dois dados de educação são preocupantes. Na faixa 15 a 17 anos, 16,7% não iam à escola em 2010. Eram 22,6% em 2000. Na população de 25 anos ou mais, o porcentual de pessoas com pelo menos o ensino médio completo era em 2010 de apenas 35,8%. Em 2000, porém, a proporção era muito menor: 23,1%.

Mais conteúdo sobre:
IBGECenso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.