‘Próximo desafio é priorizar o ensino da graduação’

Única mulher a comandar a reitoria da USP, Suely Vilela foi diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto e pró-reitora de graduação

Bárbara Ferreira Santos, O Estado de S. Paulo

24 Janeiro 2014 | 03h00

Única mulher a comandar a reitoria da USP, Suely Vilela foi diretora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto e pró-reitora de graduação. Hoje, faz parte da diretoria do Núcleo Internacional.

 

A USP perdeu posições nos rankings. Como melhorar isso?

As últimas gestões focaram a internacionalização, e a USP vem melhorando. No entanto, temos de investir na infraestrutura: para os estrangeiros e para estimular os docentes.

 

Quais são os outros desafios?

Ela precisa priorizar o ensino de graduação, precisa ter uma avaliação interna da graduação, que tenha como consequência a valorização dos professores. Ainda não estamos nos patamares desejados.

 

A senhora foi a única reitora. As mulheres ainda não conseguem chegar aos altos cargos?

É um desafio. Temos 43 unidades de ensino e pesquisa, em 10 delas em média há mulheres na direção. Mas isso vem melhorando.

 

Leia a entrevista na íntegra aqui.

Mais conteúdo sobre:
universidadeUSP80 anos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.