Provas do Enem estão em 63 quartéis

De lá, cadernos serão enviados a 624 postos dos Correios e chegarão aos locais de prova sob escolta oficial.

Elida Oliveira, Especial para o Estadão.edu

02 Dezembro 2009 | 19h02

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já estão em 63 quartéis do Exército de todo o País e começam a ser distribuídas para 624 pontos dos Correios, de onde só sairão nos dias de aplicação dos testes. A informação é do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que montou um esquema de segurança especial para garantir a integridade das provas e evitar que haja outra fraude, como o vazamento de um caderno de exames denunciado pelo jornal O Estado de S. Paulo em 1º de outubro, que levou ao cancelamento do Enem. Estão envolvidos na operação o Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Federal e as Polícias Militares de todos os Estados. Nenhum porta-voz do Inep ou do Ministério da Educação quis se pronunciar sobre a estratégia de logística adotada, alegando motivos de segurança. As provas foram impressas na gráfica RR Donnelley Moore, que tem unidades em três Estados e grau máximo de segurança. O consórcio contratado pelo Inep (formado pelo Cespe, ligado à Universidade de Brasília, e pela Cesgranrio) montou um esquema de mixagem das folhas de testes e lacração automatizada dos cadernos feita com papel plástico, o shrink, o que garante que qualquer manipulação do material possa ser detectada. Além de embalados nesse material, os cadernos de prova só saíram da gráfica dentro de malotes que, por sua vez, estavam em contêineres desmontáveis leves, os CDLs. A distribuição das provas para os locais de exame só será feita nas manhãs de 5 e 6 de dezembro, dias de aplicação dos testes. Nos Estados do Norte, em que o acesso a alguns locais de prova é feito exclusivamente por barco ou avião, caberá à Marinha e à Aeronáutica garantir que as cadernos de questões cheguem a tempo. O Enem começa às 13 horas, horário de Brasília, e termina às 17h30, no sábado, e às 18h30 no domingo. Os portões serão abertos ao meio-dia e fechados às 12h55. O Enem será aplicado em locais de prova de 1.829 municípios e em 339 unidades prisionais. São Paulo é a cidade que concentra maior número de inscritos, 234.173 pessoas, seguida de Salvador (131.468 candidatos), Rio de Janeiro (110.979) e Manaus (93.112 inscritos).

Mais conteúdo sobre:
pontoedu enem fraude

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.