Prova de matemática da Fuvest foi familiar, dizem professores

Mais uma prova sem surpresas no último dia da segunda fase do maior vestibular do País. Dos 10.965 candidatos convocados para o exame de matemática da Fuvest, 10.213 compareceram. ?Os enunciados eram familiares, nada muito diferente do que ensina na sala de aula?, disse o professor de matemática do curso Objetivo, Gregório Krikorian.A divisão das questões também foi a tradicional, com cerca de 60% da prova abordando álgebra, 20% de geometria e o restante de geometria analítica e trigonometria. Diferentemente da prova de física, realizada na quarta-feira, nem todas as questões se desdobravam em várias perguntas. Isso acabou deixando a prova menos trabalhosa. ?Mas não foi fácil?, afirmou o professor.Nesta sexta, a Fuvest aplica apenas provas específicas de Arquitetura. Os exames da segunda fase já começaram a ser corrigidos por um grupo de 240 professores. A lista de aprovados sai no dia 5 e as matrículas serão nos dias 10 e 11.Acompanhe a cobertura e a correção da Fuvest

Agencia Estado,

09 de janeiro de 2003 | 18h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.