ProUni teve 874.273 inscrições; chamada deve ser divulgada na quinta

456.973 candidatos se inscreveram no programa. A maior parte deles é de São Paulo

Estadão.Edu, com informações do MEC,

03 Julho 2012 | 11h58

Finalizadas as inscrições, o Programa Universidade para Todos (ProUni), do Ministério da Educação, registrou 456.973 candidatos e quase o dobro de inscrições, 874.273 inscrições — já que cada estudante teve o direito de fazer até duas opções de cursos.

Os estudantes inscritos concorrem a 90.311 bolsas de estudos de graduação em 1.316 faculdades particulares de todo o país. O número de cursos chega a 322 e São Paulo é o estado com maior número de inscritos,132.220. Seguido por por Minas Gerais (117.175), Bahia (72.233), Rio de Janeiro (64.776) e Rio Grande do Sul (62.585).

O resultado da primeira chamada será divulgado na quinta-feira, 5. O candidato tem até o dia 13 para comparecer à instituição de ensino em que vai estudar para apresentar a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para o dia 20, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 26.

Ao fim das duas chamadas, os candidatos não pré-selecionados ou aqueles que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem pedir inclusão na lista de espera, que será usada pelas instituições participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda não ocupadas. O período para manifestação de interesse na lista irá de 2 a 4 de agosto próximo. Ao fim desse prazo, a partir de 7 de agosto, serão feitas as convocações dos integrantes.

ProUni. Puderam se candidatar às 52.487 bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933). As 37.824 bolsas parciais (50% da mensalidade) foram destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866) por pessoa.

Criado em 2004, o ProUni já ofereceu mais de 1 milhão de bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

Mais conteúdo sobre:
ProUni, MEC, Universidade para todos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.