Proposta de negociação pode encerrar greve nas Fatecs

A greve das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e das Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) de São Paulo, que já dura mais de dois meses, pode acabar nesta quinta-feira. Os professores receberam um ofício do secretário da Ciência e Tecnologia, João Carlos Meirelles, em resposta à pauta de reivindicações apresentada na segunda-feira pelas Fatecs e Escolas Técnicas.De acordo com a Assessoria de Imprensa da secretaria, Meirelles salientou no documento "a concordância com a proposta de retomada das atividades e de negociação imediata". Ele estaria disposto a negociar todos os pontos apresentados."A resposta é um grande avanço. A probabilidade (de acabar a greve) é grande", afirmou o professor Décio Moreira, da Fatec São Paulo, pouco após ter recebido a resposta. O ofício será discutido e submetido a uma assembléia, na quinta-feira às 15h00.Segundo Moreira, para que os professores voltem às aulas, falta definir uma data para começar, de fato, a negociação. "A resposta do secretário não foi objetiva quanto a isso", explicou.Moreira disse que a assembléia necessita de "informações concretas". Um dos pontos que precisam ser discutidos é a realização dos vestibulares de junho e julho nas oito unidades em greve - o Centro Paula Souza, que coordena as Fatecs, não publicou edital para a realização das provas.Entre as reivindicações dos professores estão a garantia de que as Fatecs continuarão sendo escolas de graduação, o pagamento dos dias parados mediante um calendário de reposição e o início da reposição salarial ao nível de 1995, de 72%.

Agencia Estado,

05 de maio de 2004 | 10h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.