Projeto estimula formação continuada de professores de ciências

Para melhorar aprendizagem de ciência e matemática no ensino médio, o governo anunciou a criação do projeto Professor em Cena. O programa visa estimular a formação continuada de professores de ciências e uso de tecnologia no processo de ensino.Na terça-feira, os ministros da Educação, Cristovam Buarque, e o da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral, lançaram ainda o concurso Grupo Ciência e o Programa Brasileiro de Apoio ao Educador do Ensino Médio (Probeem).O concurso Grupo Ciência distribuirá R$ 630 mil em prêmios para 30 projetos inovadores na área de ciências e matemática, elaborados por professores da rede estadual. Já o Probeem, credenciará projetos de formação de professores.Déficit de professoresDurante cerimônia no MEC, o secretário de Educação Média e Tecnológica, Antônio Ibañez Ruiz, alertou para a escassez de professores de ciências nos Estados.Segundo ele, projeções do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) indicam que, para atender o número de alunos matriculados, seriam necessários 55 mil professores de física e, nos últimos 11 anos, apenas 7.500 se formaram. "É preciso ação de governo para que o apagão da educação não seja mais grave do que o apagão elétrico."O ministro Cristovam repetiu comentário, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez no encontro com 51 reitores, de que nenhum país no mundo se desenvolveu economicamente sem uma boa educação e base científica de qualidade. O ministro Amaral disse que o governo pretende elevar de 1% para 2% do PIB o investimento em ciência e tecnologia em quatro anos.

Agencia Estado,

06 de agosto de 2003 | 12h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.