Projeto da USP leva aulas de grego e latim à escola municipal

Pesquisadora quer investigar os benefícios do ensino dos dois idiomas no aprendizado de crianças

Victor Vieira, Estadão.edu

16 Setembro 2013 | 03h00

O principal objetivo do projeto da USP na Escola Municipal Desembargador Amorim Lima é investigar os impactos do ensino de grego e latim na aprendizagem da língua materna, como já testado nos Estados Unidos e na Inglaterra. Ainda são analisadas as contribuições no desenvolvimento e no raciocínio lógico dos estudantes.

A coordenadora do projeto e professora de Literatura Grega da USP, Paula Correa, explica que não há risco de os alunos misturarem o português com as outras línguas. “Os idiomas são mais fáceis para os meninos do que para adultos. A mitologia também abre o universo apropriado a essa faixa etária.”

Com o sucesso das aulas entre as crianças também foi pedida uma turma para os professores da escola, no horário do almoço. “Uma aluna ficou surpresa por fazermos a mesma aula. Só não contei que ela está mais adiantada do que eu”, brinca Eliete Azzato, professora de Língua Portuguesa.

Mais conteúdo sobre:
latim grego desembargador amorim lima

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.