Programa Nacional de Pós-Doutorado aprova 516 bolsas

O programa seleciona projetos que envolvem doutores recém-formados em áreas estratégicas

Agência Brasil,

21 Setembro 2009 | 12h51

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou 516 projetos para concessão de bolsas do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) – parceria entre o Ministério da Educação e o Ministério de Ciência e Tecnologia.   Do total, 60 projetos aprovados foram apresentados por empresas de base tecnológica e 456 por instituições de ensino superior. O programa seleciona projetos que envolvem doutores recém-formados em áreas estratégicas inseridas na Política de Desenvolvimento Produtivo. O objetivo é garantir a incorporação de pesquisadores qualificados na atividade econômica brasileira.   Cada projeto aprovado pode contar com até três bolsistas. Os itens financiáveis são: bolsa mensal de R$ 3,3 mil e custeio de R$ 12 mil anuais, por bolsista, para compra de material. Os projetos apoiados pelo programa poderão durar até 60 meses. As bolsas dos projetos aprovados serão implementadas de imediato, conforme orientações a serem encaminhadas posteriormente.

Mais conteúdo sobre:
pontoedu MEC capes doutorado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.