Professores querem parar escolas do Rio na sexta-feira

Professores e funcionários da rede etadual do Rio de Janeiro anunciaram que não trabalharão nesta sexta-feira e convocaram uma manfestação contra o programa Nova Escola, lançado pela governadora Rosinha Matheus (PMDB). Segundo a Agência Brasil, os manifestantes vão se reunir a partir das 11h00 na Cinelândia, no centro do Rio, onde farão o enterro simbólico do programa.O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação vai fazer um plebiscito para saber o que a população acha da redução da carga horária nas escolas estaduais, de 30 para 25 horas semanais.A entidade afirma que estão ocorrendo indicações políticas de diretores de escolas, em vez de se realizarem eleições. Outra crítica dos professores e servidores é quanto às contratações temporárias de funcionários. Segundo o sindicato, o governo do Rio deveria convocar aprovados no concurso realizado em 2001.

Agencia Estado,

18 de março de 2004 | 10h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.