Professores planejam nu coletivo em manifestação por reajuste

'Nu Pedagógico' ocorrerá no Dia do Professor em frente à Secretaria da Educação, na Praça da República

Solange Spigliatti, da Agência Estado,

29 Setembro 2009 | 09h45

Professores, diretores, vice-diretores e supervisores da rede estadual de ensino de São Paulo prometem realizar no próximo dia 15 de outubro, Dia do Professor, o "Dia do Nu Pedagógico", como protesto por melhores salários.

 

A manifestação por melhores salários e condições de trabalho acontecerá a partir das 14 horas, em frente à Secretaria Estadual da Educação, na Praça da República, no Centro de São Paulo, segundo o Sindicato de Especialistas de Educação do Magistério Oficial do Estado (Udemo).

 

De acordo com o sindicato, o protesto estima reunir cerca de 10 mil pessoas ligadas a entidades como o Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação (Afuse), Centro do Professorado Paulista (CCP), Associação dos Professores Aposentados do Magistério Público do Estado de São Paulo (Apampesp) e Sindicato de Supervisores do Magistério no Estado de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.