Professores municipais terão desconto de 20% na compra de livros

Cerca de 78 mil educadores da rede municipal vão receber benefício, que não vale para a aquisição de livros didáticos

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

06 Outubro 2014 | 12h04

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo lançou nesta segunda-feira, 6, um programa que dá descontos na compra de livros para os educadores municipais. De acordo com a administração pública, cerca de 78 mil servidores vão ser beneficiados pelo Cartão do Educador, que concede 20% de desconto na aquisição de qualquer obra, exceto livros didáticos, em cerca de 95 livrarias da cidade.

“Para nós, é importante que os professores e professoras tenham acesso mais facilitado aos livros”, afirmou o prefeito Fernando Haddad durante o lançamento do programa Quem Lê Sabe Por Quê, do qual o Cartão do Educador faz parte. Segundo o secretário municipal de educação, César Callegari, o cartão de descontos não tem limite de uso. “O professor pode comprar qualquer livro que seja de literatura e do interesse dele”, disse o secretário.

Além de permitir que o educador entre em contato com a produção literário mais atualizada, afirma o secretário, o cartão também vai permitir que os professores participem de eventos culturais, palestras e debates nas livrarias. A relação dos pontos credenciados com o selo do programa estará disponível no site da Secretaria Municipal de Educação.

Ainda segundo o secretário, o programa não deve representar custos para a Prefeitura, que não vai subsidiar o desconto dado pelos pontos comerciais. “Foi uma parceria virtuosa com as livrarias, que pode até alavancar a movimentação delas. Como os próprios donos de livrarias dizem, é uma espécie de retribuição àquele que tem papel central na formação de novos leitores: o professor”, afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.