Professores municipais do Rio encerram greve

Ainda não foi anunciado quando as aulas, suspensas desde 8 de agosto, serão retomadas

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

10 Setembro 2013 | 18h33

RIO - Os professores da rede municipal de ensino do Rio, em greve desde 8 de agosto, decidiram na tarde desta terça-feira, 10, encerrar a paralisação.

Eles promoveram uma assembleia em um clube, na Tijuca, na zona norte, durante a qual tomaram a decisão. Ainda não foi anunciado quando as aulas serão retomadas.

Os professores pediram 19% de aumento e o prefeito Eduardo Paes (PMDB) ofereceu 15,29%. Paes também se comprometeu a encaminhar para votação na Câmara em 30 dias o plano de cargos e salários, abonar os dias parados, devolver os valores descontados e reduzir a carga horária dos funcionários administrativos de 40 para 30 horas.

No dia 2 de setembro a Justiça concedeu liminar em ação proposta pelo município do Rio ordenando que os professores encerrem a greve em 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 200 mil. O sindicato recorreu.

Mais conteúdo sobre:
Professores Rio Greve

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.