Professores federais indicam mais de 58 mil bibliografias

O Censo Bibliográfico da Educação, realizado pelo Ministério da Educação entre 23 de janeiro e 23 de abril deste ano, registrou a participação de professores de 56 das 59 instituições federais de ensino superior, em todo o País. Os 5.418 professores que atenderam ao pedido do MEC lecionam em 166 cursos de graduação. Eles indicaram 58.295 bibliografias, entre livros e periódicos que utilizam na atividade docente ou a que gostariam de ter acesso em bibliotecas físicas ou virtuais das instituições onde trabalham.O censo tem entre seus objetivos mapear a bibliografia utilizada nos cursos de graduação e, a partir daí, deflagrar duas ações: a criação de um portal, a exemplo do Portal de Periódicos da Capes, que é uma biblioteca virtual, e iniciar um programa de recuperação e qualificação das bibliotecas das instituições federais, com a aquisição de obras.Em janeiro, no lançamento do censo, o ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou que o governo federal vai investir R$ 20 milhões para reequipar as bibliotecas das instituições federais de ensino superior, e que as indicações dos professores seriam a base na hora de decidir a qualidade e a quantidade do acervo.

Agencia Estado,

29 de maio de 2006 | 18h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.