Professores fecham rodovia em protestos no interior de SP

Cerca de 50 pessoas participaram do ato em Piracicaba, que bloqueou a Rodovia Luiz de Queiroz, causando lentidão de 1,5 km

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

14 Abril 2015 | 20h02

SOROCABA - Professores da rede estadual em greve bloquearam uma das pistas da Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), nesta terça-feira, 14, em Piracicaba, interior de São Paulo. O grupo, com 50 manifestantes, segundo a Polícia Militar, caminhou pela pista em direção à Rodovia do Açúcar. Policiais militares acompanharam a manifestação, orientando o trânsito. O congestionamento atingiu 1,5 quilômetro. 

Nas cidades de Iepê e Nantes, no oeste paulista, professores em greve marcharam pelas ruas das cidades com faixas e cartazes. As manifestações reuniram 80 e 60 professores, respectivamente. A categoria está em greve desde o dia 13 de março no Estado, reivindicando reajuste salarial e melhores condições de trabalho, segundo o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

A Secretaria de Educação do Estado informou que os docentes tiveram aumento de 45% em seus salários nos últimos quatro anos. O último reajuste se deu há oito meses. De acordo com a Secretaria, as paralisações são pontuais e não estão afetando as atividades escolares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.