Professores e auxiliares farão Diagnóstico da Exclusão

Professores e auxiliares de ensino ligados à Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) devem fazer nesta sexta-feira o Diagnóstico da Exclusão, um levantamento do número de alunos que estão fora da escola nos ensinos infantil, fundamental e médio.A iniciariva é parte da 5.ª Semana Nacional em Defesa da Educação, de valorização do ensino básico, que começou na terça-feira.Na quinta-feira, os professores e auxiliares suspenderam as aulas em vários Estados. O movimento reivindica um piso nacional para as duas categorias, melhorias das escolas e das condições de trabalho, entre outras medidas. Há no País, segundo a CNTE, 2,5 milhões de professores e auxiliares, que atendem a 42 milhões de estudantes no ensino básico.Para o dia 19 está previsto o Dia da Denúncia, quando autoridades e personalidades serão convidadas a visitar escolas públicas e preencher questionários sobre a situação que encontrarem nos estabelecimentos, incluindo estrutura física, qualidade do ensino, falta de professores e opinião dos estudantes.

Agencia Estado,

16 de abril de 2004 | 10h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.