Professores da rede estadual protestam em SP

Cerca de 2,5 mil professores da rede estadual de ensino de São Paulo estão reunidos no vão livre do Masp nesta quinta-feira para uma assembléia da categoria. Eles pedem reajuste salarial de 24,9%, baseado na incorporação de gratificações e bônus. Os professores querem também o fim da municipalização do ensino (a transferência de escolas da rede estadual para a rede municipal) e a readmissão de professores demitidos por causa da greve de 2000.Depois da assembléia, os manifestantes se juntam a outros servidores públicos e saem em passeata até a Praça da República, protestando contra a reforma da Previdência.

Agencia Estado,

15 de maio de 2003 | 16h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.