Professores concluem exames; gabaritos saem na terça

Terminou neste domingo a última etapa de provas para o preenchimento de 49 mil vagas de professores na rede de ensino do Estado de São Paulo. Foram aplicados os exames de ciências, educação artística, física, geografia e inglês. O concurso recebeu 247.597 inscrições para docentes de 5.ª série à 8.ª série do ensino fundamental.A divulgação do gabarito está programada para terça-feira no Diário Oficial do Estado. As provas foram divididas em duas partes - uma pela manhã, com questões de múltipla escolha e outra na parte da tarde, com quatro perguntas dissertativas.Duas horas antesA maioria dos professores saiu duas horas antes do tempo permitido para ficar em classe. Na Escola Estadual Zuleika de Barros M. Ferreira, na zona oeste, Marcos de Oliveira, de 47 anos, era um dos mais animados. "Para mim não existe otimismo, eu passei mesmo, tenho certeza", disse ele, que pretende dar aulas de educação artística.Oliveira está há 27 anos no funcionalismo público do Estado, trabalhando na área de administração na saúde. "Eu estudei para isso e sei que vou conseguir, mas também não devorei as apostilas."Rosana Maria Gutemberg, de 32 anos, também se sentia tranqüila. "Foi muito fácil e não tive nenhuma dificuldade para responder as perguntas." A professora levou menos de uma hora para as questões dissertativas.Testar conhecimentosSem a menor intenção de entrar para a rede, o microempresário Franquelino Gonçalves de Souza, de 53 anos, resolveu se inscrever no concurso para testar seus conhecimentos. "Li muito jornal e assisti canais educativos, mas não penso em trabalhar como professor."Souza ainda reclamou da formulação das perguntas. "Havia questões que não dava para entender nada por causa de problemas na elaboração."O candidato que quiser outras informações ou reclamar sobre a prova pode procurar o sindicato dos professores, a Apeoesp, por meio do telefone 11-3350-6000.

Agencia Estado,

10 de novembro de 2003 | 00h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.