Professora de 57 anos teve os braços quebrados após agressão de aluno

Após receber nota baixa, estudante agrediu professora com uma cadeira de ferro

Estadão.edu

12 Novembro 2010 | 13h45

Uma professora de 57 anos teve os dois braços quebrados após ser agredida por um aluno na terça-feira, 9, em uma escola técnica em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

 

Um aluno do curso de Enfermagem de 25 anos ficou revoltado após ter tirado uma nota baixa. Após receber a notícia, ele, que também é instrutor de lutas marciais, agrediu a professora com uma cadeira de ferro.

 

Os braços dela foram atingidos no momento em que ela tentou se defender. Mesmo depois que a vítima estava desmaiada, o estudante desferiu socos e chutes, quebrando seis dentes da professora.

 

Ao perceber a chegada de outras duas professoras, o aluno decidiu fugir. O delegado Fernando Soares, que investiga o caso, disse que um segurança e o porteiro do prédio ainda tentaram deter o agressor, mas não conseguiram.

 

O estudante ainda não foi localizado pela polícia.

Mais conteúdo sobre:
violênciaescola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.