Professor estadual pode receber até R$ 5.300 de bônus em SP

Pagamento deve acontecer até março; governo do Estado vai desembolsar R$ 230 milhões

15 de fevereiro de 2008 | 18h42

A Secretaria de Estado da Educação definiu o pagamento do bônus para seus cerca de 300 mil funcionários. O valor para os professores da rede estadual chega a R$ 5.300.   No total, o bônus para professores é de R$ 6.500, mas até R$ 1.200 já foram antecipados nos últimos quatro meses.   Foram destinados R$ 230 milhões pelo governo do Estado para o pagamento, que acontecerá até março.   Diretores e supervisores de ensino receberão até R$ 5.800 - já descontando a quantia de R$ 1.200 paga antecipadamente.   Coordenadores pedagógicos, vice-diretores, professores coordenadores e assistentes de diretores receberão até R$ R$ 5.300, já contabilizando o adiantamento.   Os educadores estaduais recebem este bônus desde 2000, cujo valor é calculado seguindo critérios de assiduidade e pela média de carga horária.   Além do prêmio para o Quadro do Magistério (professores, diretores e supervisores), a Secretaria irá pagar bônus para os quadros de Apoio Escolar e de Secretaria. O valor é de 83% do salário mensal, podendo aumentar em 30% para funcionários que não tiveram faltas.   Neste caso, para fazer o cálculo do valor final a receber também é preciso considerar uma antecipação de até R$ 500.   Cerca de 245 mil funcionários da Secretaria receberão bônus - 208 mil do Quadro do Magistério e 37 mil dos outros Quadros. O pagamento não atinge todos os funcionários. Os que não receberão o dinheiro deixaram de seguir os critérios.   Novo bônus   O pagamento a ser realizado até março ainda atende as regras estabelecidas atualmente. A Secretaria irá alterá-las para o próximo bônus, com um critério baseado no desempenho dos alunos. Esta nova premiação está em fase final de elaboração de critérios.

Tudo o que sabemos sobre:
bônus para professores estaduais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.