Professor da Unesp cria site de física

Página reúne experimentos de mecânica, óptica, eletricidade, magnetismo e física térmica

Portal da Unesp,

30 Janeiro 2013 | 16h29

Criado pelo professor de Física da Unesp Francisco Lavarda, o espaço virtual 'Experimentos de física para o ensino médio e fundamental com materiais do dia a dia' reúne sugestões de experimentos nas áreas de mecânica, óptica, eletricidade, magnetismo e física térmica.

São procedimentos muito simples em física, para proporcionar aos professores do ensino médio e fundamental material necessário para a fácil compreensão do aluno nas aulas.

“Nosso trabalho tem como objetivo selecionar uma coleção de experimentos simples da física, preferencialmente sem custos para o professor e o aluno, que passam a ser montados por ambos e que possibilitem uma aprendizagem dos conceitos fundamentais da física”, explica Lavarda, do Departamento de Física da Faculdade de Ciências da Unesp em Bauru.

Lavarda tirou do papel uma ideia que viria a se concretizar na forma de um site didático, hoje amplamente acessado na rede. Criado em 1997 com a colaboração de professores do ensino médio, fundamental e universitário, além de alunos bolsistas, hoje o projeto recebe uma média de 30 mil visitas por mês. São mais de 100 mil visualizações de página mensalmente.

Dados levantados pelo gerenciador de visitas instalado pelo professor Lavarda no site indicam acessos de diferentes partes do mundo, como Moçambique, Angola e Portugal. Estados Unidos, França, Colômbia, México e Bolívia completam a lista.

“Nós só colocamos o site em funcionamento porque na época eu tive um pressentimento de que isso um dia poderia ser útil na rede. O serviço de internet ainda não era muito bom”, conta.

O professor Lavarda afirma que pensou até na confecção de um livro, mas o rápido crescimento da internet o fez mudar seus planos.

“O meu objetivo era fazer uma coleção porque os experimentos até estavam disponíveis na época, mas estavam todos espalhados. Depois tentei uma impressão barata, mas no fim a internet cresceu tão rapidamente que não fazia mais sentido. Quem compraria um livro desses?”, indaga Lavarda.

Confira o conteúdo em http://www2.fc.unesp.br/experimentosdefisica.

Mais conteúdo sobre:
Unespfísicainternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.