Marcos Oliveira/Agênia Senado
Marcos Oliveira/Agênia Senado

Presidente da Comissão de Tecnologia quer priorizar banda larga nas escolas

Senador Otto Alencar (PSD-BA) reconhece que ainda há deficiências no acesso à internet em instituições de ensino públicas do País

Isabela Bonfim, O Estado de S.Paulo

15 Março 2017 | 14h26

BRASÍLIA - Garantir que todas as escolas e universidades públicas tenham acesso à internet de banda larga é uma das prioridades da Comissão de Ciência Tecnologia (CCT) definida pelo novo presidente, senador Otto Alencar (PSD-BA), eleito por aclamação nesta quarta-feira, 15.

"Temos não só que apreciar matérias importantes nessa área, mas também buscar parcerias que podem colaborar para avançar no sentido de que a pesquisa, a invocação e a informática possam evoluir e chegar a todos os rincões do País", defendeu Otto.

Para o senador, ainda há muitas deficiências na telefonia móvel, na internet e na banda larga. Ele destacou que no seu Estado, a Bahia, quase nenhuma escola pública tem acesso à banda larga. 

Vários senadores também afirmaram que o investimento em inovação e a expansão do acesso à banda larga estão entre os principais desafios do País.

"Temos discutido muito ao longo das reuniões da CCT sobre a necessidade de dar acesso à  banda larga a todos os brasileiros e, em especial, àqueles que estão nas regiões mais afastadas e menos desenvolvidas", acrescentou Flexa Ribeiro (PSDB-PA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.