Prêmio VivaLeitura recebe quase três mil inscrições

A primeira edição do Prêmio VivaLeitura, promoção conjunta dos ministérios da Educação (MEC) e da Cultura (MinC), recebeu 2.972 inscrições. O valor total do prêmio, de R$ 75 mil, será dividido entre as categorias: bibliotecas públicas, privadas e comunitárias; escolas públicas e privadas; e pessoas físicas, universidades e instituições.O prêmio, que tem o objetivo de estimular e fomentar a leitura e a formação educacional e reconhecer as boas práticas de leitura no País, é coordenado pela Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e conta com o patrocínio da Fundação Santillana, da Espanha.Segundo a gerente do prêmio, Lúcia Jurema Figueiroa, de julho a agosto, os trabalhos passarão por três fases de seleção. A primeira vai verificar a compatibilidade dos projetos em relação ao regulamento. A segunda escolherá 15 finalistas, cinco por categoria. E a última, que será feita por uma equipe de sete especialistas indicados pelo MEC e pelo MinC, definirá os três vencedores.Os 2.972 inscritos ao VivaLeitura receberão um certificado de participação, os 15 melhores ganharão um troféu e os três vencedores, o prêmio de R$ 25 mil. A data da premiação será definida pelos ministérios da Educação e da Cultura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.