Prefeitura de SP anuncia reajuste salarial de professores

A Prefeitura de São Paulo anunciou que vai encaminhar à Câmara Municipal projeto de lei que concede aumento salarial para os 53 mil professores, diretores, coordenadores pedagógicos e supervisores da rede municipal de educação, a partir de 1º de agosto.Os salários serão reajustados em até 54,29%, com um impacto superior a R$ 158 milhões na folha de pagamentos. De acordo com informações da assessoria da Prefeitura, a verba é fruto "das novas técnicas de gestão desenvolvidas pela administração municipal, visando otimizar recursos e eliminar desperdícios". De acordo com nota divulgada pela assessoria do prefeito Gilberto Kassab (PFL), as medidas encaminhadas ao Legislativo incluem uma garantia de rendimento mínimo. O piso para início de carreira para os professores com licenciatura curta e jornada de 20 horas passará de R$ 578 para R$ 800; para os de nível médio, de R$ 509 para R$ 700; e no caso dos professores com licenciatura plena, passa de R$ 615 para R$ 950.

Agencia Estado,

28 de julho de 2006 | 18h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.