Divulgação
Divulgação

Pós em Administração prevê todas as disciplinas online

Cursos permitem que competências de um bom administrador sejam trabalhadas pela internet

Leonor Macedo, ESPECIAL PARA O ESTADO

29 Setembro 2016 | 03h00

Tudo o que um estudante precisa aprender para se tornar um bom administrador pode ser ensinado pela internet. “Ao contrário da área da Saúde, por exemplo, em que algumas disciplinas exigem a presença do aluno, na Administração é possível desenvolver todas as competências profissionais em um ambiente virtual”, afirma Josiane Mara de Freitas Tonelotto, reitora da EAD Laureate Brasil, que é parceira dos programas online de universidades como Anhembi Morumbi. 

Isso se reflete na grande oferta de especializações online na área. No Senac, uma das primeiras universidades a investir em educação a distância (EAD), 10 mil alunos estão inscritos em 25 cursos da pós-graduação, mais da metade sobre Gestão e Negócios. Na Universidade Metodista, dos 39 cursos de aperfeiçoamento e especialização, 20 são em Administração. “As formações online vieram atender à escassez de tempo dos gestores e, como a demanda era grande, vemos essa quantidade de especializações”, diz Oswaldo Martins dos Santos Filho, coordenador de graduação de Administração EAD da Metodista e professor da pós EAD da universidade em Gestão Empresarial.

Nos cursos online de Administração, além de aulas em vídeo e textos de referência, os alunos aprendem por meio de games educacionais, conferências pela internet, estudos de casos reais e simuladores de negócios, em que os estudantes gerenciam empresas virtuais e precisam tomar decisões.

Mesmo com tanta tecnologia, o que é considerado mais inovador em Negócios não são os recursos de aprendizagem, mas o conteúdo dos cursos, baseados na humanização das relações nas empresas. “Na Administração moderna, a gestão é menos vertical, é mais horizontal. O administrador aprende a se comunicar melhor com sua equipe e a trabalhar com a diversidade”, explica Silvia Cristina Hito, diretora de de pós-graduação online do Senac.

Assim como as pós-graduações presenciais, os cursos online tratam de conteúdos cada vez mais segmentados e abordam novos temas: gestão do esporte, gestão ambiental e administração imobiliária, entre outros. “Essa segmentação é uma tendência. Atende a quem já fez uma graduação mais ampla e quer algo mais focado e mais rápido”, explica Mary Murashima, diretora do Programa FGV Online, da Fundação Getúlio Vargas. 

MBA. Na FGV, os cursos online de aperfeiçoamento e atualização costumam levar de 9 a 12 meses. Já um MBA a distância, com 432 horas, segue o currículo mais clássico. “O MBA é um curso de longa duração e já não trata de tantos temas variados. Ele é procurado por quem precisa de ferramentas para se tornar um gestor completo.” A contadora Rosana Rodrigues investiu em um MBA Executivo a distância em Gestão Empresarial na FGV. Por 13 meses, ela se dedicou às aulas online. “É muito mais puxado. O que levaria cerca de 18 meses no presencial é feito em um ano.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.