Portal reúne 8 dicas de atualidades a estudantes que prestarão o Enem

Crise do Paraguai, Mensalão e eleições dos EUA estão entre temas compilados

Estadão.edu,

16 Outubro 2012 | 16h53

O Portal Universia Brasil lançou neste ano o mapeamento inédito de todas as questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), desde a primeira prova, em 1998, até a edição mais recente, em 2011. O estudo apontou quais são os assuntos mais recorrentes em cada uma das disciplinas cobradas pelo exame.

Na última semana, o Portal reuniu na última semana oito novos temas de atualidades que podem cair no Enem deste ano. Entre eles estão o Mensalão, as eleições nos Estados Unidos e a crise que atinge o Paraguai. Há quatro meses, o Universia já havia publicado uma relação com outros dez temas possíveis de serem abordados.

"O aluno que vai prestar o Enem deve estar muito bem antenado com o que está acontecendo no País e no mundo", diz. Alexsandra Bentemuller, gerente de conteúdo da Universia Brasil. Ainda de acordo com Alexsandra, atualidades é um tema que pode percorrer toda a prova. "Nada impede, por exemplo, que um texto de jornal caia na prova de português e exija do aluno interpretação de texto", diz. "Saber do tema com um mínimo de profundidade certamente o ajudará".

Confira 8 temas de atualidades que podem cair no Enem:

1. Crise do Paraguai

"O Paraguai tem estado nos tabloides brasileiros com frequência por dois motivos: a queda de seu antigo presidente Fernando Lugo, por um golpe político e o afastamento do país do Mercosul. Segundo o professor Dario Feltrim, 'o novo presidente paraguaio está menos do lado da população e mais do lado dos donos de terra'. Além disso, recentemente o mapa do Mercosul foi alterado, com a saída do Paraguai e a possível entrada da Venezuela."

 

 

2. WikiLeaks e Equador

"Para quem não sabe, o WikiLeaks é uma organização sem fins lucrativos que divulga informações confidenciais sobre diversas nações do mundo. Por exemplo, o site, cujo editor é Julian Assange, já divulgou diversas informações de guerra sobre os Estados Unidos, que colocaram o país em uma situação delicada perante outras nações. Todos esses “furos” causaram a extradição de Assange dos mais variados países, obrigando o jornalista sair em uma verdadeira caça em busca de embaixadas que lhe oferecessem asilo político. O Equador foi este país; chamando atenção por ser governado por um presidente populista, que é antagonista à frente mundial neoliberalista. A pátria cuja capital é Quito 'faz parte do grupo dos ‘populistas’ da América Latina e está nesse clã ao lado da Argentina, da Bolívia, da Venezuela e da Nicarágua', segundo o Dario Feltrim."

 

 

3. Aquíferos

"Segundo o professor de geografia da Oficina do Estudante, 'aquíferos são lagos subterrâneos de grande profundidade e frequentemente são cobrados no Enem. O mais famoso no Brasil é o aquífero de Guarani e, como muitos outros, está sendo contaminado. Além disso, existe o aquífero Alter do Chão, com uma quantidade de água 2 vezes maior do que o de Guarani e localizado sob os estados do Pará, Amazona e Amapá'".

 

 

4. Revisão da política de imigração brasileira

"'Devido ao trabalho assistencial que o Brasil tem realizado no Haiti desde o terremoto, muitos haitianos têm emigrado para o Brasil em busca de uma vida melhor. Além disso, muitos europeus têm vindo ao Brasil em busca de emprego e porque o País tem carência de mão-de-obra especializada. Talvez seja a hora de rever a política de imigração brasileira. Muita gente agora quer conseguir o passaporte brasileiro. Será que isso causará xenofobia? É um bom tema para ser explorado pelo Enem', explica o docente."

 

5. Mensalão

"'O julgamento do Mensalão tem marcado a história da democracia brasileira, por romper com a carga de impunidade que leva a política no Brasil. Além disso, é um bom tema para ser explorado na redação do provão, pois envolve ética', explana Dario Feltrim."

 

 

6. Eleição para presidente dos Estados Unidos

"Obama X Romney? Qual é melhor para o Brasil? Qual é melhor para os Estados Unidos? Segundo o professor, 'o Obama fez um bom trabalho com a saúde nos Estados Unidos e se destaca por ser um presidente negro que presta assistência a minorias. Os republicanos (partido de Romney) são mais neoliberais e individualistas, já os democratas (partido de Obama) acreditam que o Estado deve promover o bem-estar social. Entretanto, estes últimos são mais protecionistas e isso, de certa forma, prejudica a economia brasileira. Em geral, o Brasil se dá melhor economicamente com presidentes republicanos.'"

 

 

7. 20 anos do impeachment do Collor

"Um marco da democracia brasileira, o impeachment do Collor foi inédito porque foi a primeira vez que o Brasil tira um presidente de forma democrática. 'O acontecimento faz 20 anos em 2012 e pode ser cobrado no Enem. Portanto, é interessante revisar sobre o mandato de Collor e por que ele foi deposto', aconselha o docente."

 

 

8. Nova classe média brasileira

"Segundo o professor Dario Feltrim, 'agora 60% da população brasileira está na classe média, a grande salvadora do Brasil nessas diversas crises pelas quais passamos desde a bolha financeira nos Estados Unidos em 2008. O que nos salvou foi nosso mercado interno fomentado por linhas de crédito e financiamentos'. Entretanto, de acordo com o mesmo, 'o crescente endividamento da nova classe média brasileira reflete uma falta de educação financeira, o que pode comprometer nossa economia.'"

Mais conteúdo sobre:
Universia atualidades enem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.