Portadores de surdez podem ter universidade

O ministro da Educação, Cristovam Buarque, considera a idéia de criar uma universidade para portadores de deficiência auditiva. A idéia é da professora Stny Basilio Fernandes dos Santos, que tomou posse na quinta-feira na direção do Instituto Nacional de Surdos (Ines). Durante a posse, o ministro afirmou achar interessante a reivindicação de colocar no nível superior o estudo da linguagem e das formas de comunicar-se e de ensinar a pedagogia aos portadores de deficiência física, especialmente surdos e mudos e falou do irmão, Guilherme Buarque, de 56 anos, que ficou surdo aos dois anos de idade. O Instituto Benjamin Constant (IBC), de portadores de deficiência visual, também tem nova direção desde a quinta. Érica Deslandes Magono Oliveira comanda o instituto, que, assim como o Ines, foi fundado por D. Pedro II e tem sede no Rio de Janeiro. Os dois são os mais antigos institutos de educação da América Latina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.