PM tira estudantes que ocupavam universidade em Santos

Estudantes estavam no local havia 15 dias e protestavam contra aumento da mensalidade em 2009

Rejane Lima, de O Estado de S. Paulo,

11 de dezembro de 2008 | 10h26

A Polícia Militar tirou nesta quinta-feira, 11, cerca de 30 estudantes que ocupavam a sede da mantenedora da Universidade Católica de Santos (Unisantos). Os estudantes estavam no local havia 15 dias e a invasão aconteceu em protesto ao aumento de mensalidades para o ano letivo de 2009. De acordo com a PM, cerca de 50 homens da PM retiraram os estudantes por volta das 8 horas. Houve resistência e a polícia usou gás de pimenta.  Segundo o gerente executivo da Sociedade Visconde de São Leopoldo, mantenedora da instituição, Alberto Pereira do Carmo Filho, não houve violência e a polícia usou o bom senso. A Rua Euclides da Cunha, onde está localizada Universidade, foi isolada no trecho do prédio e a imprensa acompanhou a desocupação à distância. Segundo informações preliminares, 17 estudantes foram encaminhados para o 7º Distrito Policial.

Tudo o que sabemos sobre:
Unisantosinvasãoocupação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.