Reprodução
Reprodução

Plataforma online oferece cursos gratuitos com certificação

Em expansão, site Veduca se destaca por metodologia acessível e parcerias de peso com instituições como USP e Bovespa

Juliane Freitas, O Estado de S. Paulo

24 Abril 2015 | 19h21

 Novas opções surgem constantemente na internet para quem quer se especializar e pleitear novos ganhos financeiros e crescimento profissional. Procurando atender a essa demanda por conhecimento, canais no Youtube ou em sites como o Veduca atendem ao profissional que busca praticidade. 

A plataforma de cursos online surgiu em 2012 com um objetivo: democratizar a educação. O que começou como uma curadoria de conteúdo cresceu, criou interação com o usuário e foi pioneiro no Brasil em 2013 ao oferecer online cursos conhecidos como Moocs (Massive Open Online Courses - cursos abertos massivos online, em tradução livre).

"Começamos reunindo material que algumas universidades já liberavam de graça na internet, traduzindo para o português, depois decidimos produzir o próprio conteúdo", conta Marcelo Mejlachowicz, um dos cofundadores da plataforma.

O Veduca também se projetou para o mundo ao lançar seu primeiro MBA gratuito - investe-se apenas na certificação. Agora, 1,3 mil alunos fazem os Master in Business Administration que o site oferece, em Engenharia e Inovação e Gestão da Sustentabilidade.

"O que temos hoje é muito amplo. O grande foco é o desenvolvimento de cursos que ajudam as pessoas a melhorarem suas carreiras", explica Mejlachowicz. Essa meta vai de encontro com a demanda diagnosticada em pesquisas constantes e um acompanhamento cuidadoso para garantir a qualidade e relevância do que é oferecido.  

Os mais de 300 cursos disponíveis hoje na plataforma - livres ou com certificação - foram possíveis pela credibilidade que o site adquiriu depois de mostrar a qualidade de seus programas e a formação de grandes parcerias com instituições renomadas, entre elas a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), a USP (Universidade de São Paulo) e o Google. 

"A gente tem nosso histórico de cursos bem feitos e com professores muito renomados e pessoas que ajudaram a nos estabelecer como uma empresa séria no mercado. Nós mapeamos as áreas com que queríamos fazer parcerias e em todas elas o importante é que cada um realmente entra com o que faz de melhor", diz Mejlachowicz.  

Entre as especialidades mais procuradas pelos 790 mil usuários cadastrados estão os cursos chamados de soft use, menos técnicos e de aplicação cotidiana e prática no ambiente de trabalho, como de liderança e gestão de pessoas. 

Mas há possibilidades para todas os tipos de interesse. Entre os cursos abertos de extensão universitária, é possível acompanhar o conteúdo de Gestão de Pessoas na Organização Contemporânea, preparado de FIA (Fundação Instituito de Administração); Arquitetura: Escolhas para o Futuro, da Escola da Cidade; Formação no Mercado Financeiro, da Bovespa; Direito Constitucional, do IDP - Instituto Brasiliense de Direito Público; e Ensino Híbrido: personalização e tecnologia da educação, pela Fundação Lemann e Instituto Península. Em todas essas modalidades, o aluno pode escolher assistir ao conteúdo básico ou pagar pelo conteúdo completo, que lhe renderá um certificado de conclusão emitido pelas instituições parceiras da Veduca. 

Há também os cursos totalmente gratuitos, desenvolvidos com vídeo-aulas de curta duração, fóruns e materiais extras de leitura. Alguns deles, os Moocs - 13 no total - também oferecem certificados, como os em Ciência Política, oferecido pelo corpo docente da USP e com duração de 60 horas e o de Energias Renováveis, da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Onudi), com 112 horas. 

Além disso, há dezenas de cursos de fontes diversas reunidos em cada uma das 21 áreas de conhecimento contempladas pelo Veduca, entre elas Administração e Negócios, Astronomia, Comunicação e Jornalismo, Educação, Física, Meio Ambiente e Ciências, entre outras. Engenharia é o que mais oferece cursos: são 54, entre eles o de Circuitos Integrados Lineares, desenvolvido pela universidade de Berkeley, dos Estados Unidos, e o Fututo da Saúde Humana, publicado pela Universidade de Stanford. 

A navegação pela plataforma é intuitiva, basta procurar o que mais gosta ou pela universidade desejada. Para conhecer todos os cursos basta acessar o endereço eletrônico. O cadastro como usuário é gratuito. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.