Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Piraí terá notebooks para alunos e professores da rede pública

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da distribuição de 5,5 mil computadores portáteis nesta sexta

Adriana Chiarini, de O Estado de S. Paulo,

31 Julho 2009 | 15h39

O Brasil terá nos próximos dias um município em que todos os alunos e professores das escolas públicas têm computadores portáteis, Piraí (RJ), cidade do vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Nesta sexta-feira, 31, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi iniciada a distribuição de 5,5 mil notebooks às crianças e professores nesta fase, que vão juntar-se a outros 700 já concedidos.

 

Os recursos dos novos equipamentos vem dos governos estadual, que entrou com R$ 4 milhões, e municipal, com R$ 1,3 milhão. A participação do governo federal foi anterior, em 2007, ao escolher Piraí como um dos quatro municípios para o projeto piloto do programa do governo federal "Um computador por aluno" em 2007. Os outros municípios do projeto piloto foram as capitais estaduais São Paulo, Porto Alegre e Palmas.

 

O piloto em Piraí foi no distrito rural de Arrozal, no Ciep Professora Rosa da Conceição Guedes, com cerca de 400 alunos e professores. O número de matrículas aumentou, a taxa de evasão escolar caiu para 0,6% e a taxa de aprovação aumentou. "Sabe por que a criança não sai da escola? O computador conseguiu dar a elas o prazer que a escola tradicional não dava", disse Lula.

 

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que os alunos da escola atingiram em dois anos metas do Ministério para 2015. O Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico (IDEB), índice que mede a qualidade do ensino, subiu no Ciep de Arrozal de 2,4 em 2006 para 4,2 em 2007 e o município estima que hoje esteja em torno de 4,8.

 

As crianças que estavam na cerimônia receberam os computadores no início da manhã, por volta de 9h, bem antes da chegada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao local ao meio-dia. Abriram e começaram a usar imediatamente, enquanto música do ex-ministro Gilberto Gil para o projeto Piraí Digital tocava sem parar pelos alto falante na praça escolhida para o evento.

 

Entre sorrisos e expressões concentradas, as crianças brincaram com jogos e filmavam uns aos outros com a câmera instalada no laptop sob a supervisão das professoras, enquanto esperavam pelo presidente. Lula, que viria de helicóptero a partir do Rio, atravessou a Serra das Araras de carro devido ao mau tempo. Foi saudado pelas crianças com gritos de "Lula, Lula". Algumas escreveram "Lula, eu te amo" no editor de texto do laptop.

 

O presidente pediu para as crianças mostrarem os computadores abertos para os fotógrafos e cinegrafistas presentes. "Esta fotografia mostra o que está acontecendo no Brasil", disse. Lula disse ter a intenção de fazer com que cada criança em escola no Brasil disponha de um computador portátil, mas disse que são 34 milhões de crianças e precisaria que os equipamentos fossem mais baratos. Os distribuídos em Piraí custaram US$ 325 a unidade, que Lula converteu no discurso para "mais ou menos R$ 700".

 

Haddad lembrou que o governo tem a meta de levar a conexão à internet por banda larga a todas as escolas do País até o ano que vem. Observou que Piraí "está dando um passo além disso".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.