Pior colocada no Enem tem lista de espera por vaga

O desempenho da unidade educacional do Serviço Social da Indústria (Sesi), em Santos, localizada no Jardim Santa Maria, pode ter deixado a desejar no último Enem, mas a busca por vagas na escola da periferia santista continua alta. Mesmo sendo o último colocado no ranking, o colégio dificilmente conseguirá aceitar alunos novos no próximo período letivo.

Zuleide de Barros, especial para o Estado, O Estado de S. Paulo

19 Julho 2010 | 00h44

 

As inscrições para o sorteio eletrônico são feitas em setembro, mas geralmente não sobra vaga para os novatos, já que a prioridade é para os alunos promovidos das séries anteriores.

 

Para os dirigentes, que não quiseram se pronunciar oficialmente a respeito da última colocação da escola no exame do Enem, a má performance dos alunos do Centro Educacional do Sesi "talvez" possa ser justificada pela proposta da instituição.

 

"Não trabalhamos com a competição dentro da sala de aula para comparar resultados. Trabalhamos com o desenvolvimento de competências para aprender a ser, a fazer, a conviver e a conhecer. Essa é a maior sustentação da nossa proposta: investigar se o aluno aprendeu ou não e, quando ele deixar os bancos escolares, o que vai ser útil será o aprendizado obtido e não as notas ou conceitos", conforme está declarado no site do Sesi.

 

O ensino médio na unidade foi iniciado há três anos. Cada classe tem 32 alunos, que estudam em jornada parcial (período vespertino) e pagam uma mensalidade de R$ 188. A prioridade é para os filhos de trabalhadores das indústrias da região.

 

A partir do 2.º e do 3.º ano, os estudantes do ensino médio do Sesi podem participar, concomitantemente, da Escola Profissional Técnica do Senai, com chances de inserção no mercado de trabalho da região. Por isso, a procura por vagas é cada vez maior.

 

Bom desempenho

Ao contrário da unidade de Santos, as do Sesi de municípios como São Bernardo, Jundiaí, Ribeirão Preto e Indaiatuba tiveram resultados positivos, próximo ao de escolas técnicas.

Mais conteúdo sobre:
Enem 2009 educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.