PF faz operação contra quadrilha que vendia diplomas

Organização criminosa atuava em sete Estados e promovia cursos a distância em desacordo com o MEC

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

29 Junho 2010 | 11h48

Com o objetivo de desmantelar uma organização criminosa com atuação em sete Estados, cuja principal atividade é a de promover cursos a distância em desacordo com as normas estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC), vendendo documentos falsos, agentes da Polícia Federal (PF) cumprem hoje 59 mandados de busca e apreensão. Por volta das 11h30 já haviam sido apreendidos diplomas, certificados e computadores, mas ninguém foi preso.

A Operação Formatura cumpre mandados em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina. As investigações foram iniciadas dois anos atrás, após denúncia recebida, via internet, pela PF em Campo Grande. Os documentos de certificados de conclusão de curso ou diplomas eram confeccionados irregularmente, especialmente no que se refere à conclusão de ensino à distância dos ensinos médio e fundamental, segundo a PF.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.